domingo, 22 de fevereiro de 2015

Over the Rainbow: Minha mãe, a música e o piano… uma tertúlia (MUITO) pessoal…


Como descrever a emoção que a nossa reação com a música trás? Recordações maravilhosas, momentos indescritíveis de harmonia (em todos os sentidos), um prolongamento da nossa alma… e tanto mais...

Toda a vida, recordo-me de um piano em casa, de muita música e harmonia... Mas um dia minha mãe, por motivos pessoais seus, fechou o teclado, passou a chave e despediu-se da música. O piano foi vendido, as partituras foram embaladas, colocadas num maleiro e toda uma fase de sua vida foi esquecida...


Há pouco tempo atrás porém ela “redescobriu” depois de mais de 40 anos o piano e aos seus quase 85 anos volta à sua rotina diária de tocar por toda a parte da manhã.
Ela está de novo "de bem" com o piano e exatamente isso é o que importa.

Agradeço esta emoconante redescoberta a amigos muito queridos: Tainá, Iris e Ronir… não tivesse sido aquele almoço maravilhoso e saboroso do dia 7 de janeiro na casa de Tainá, não tivesse sido a “insistencia” carinhosa para ela pelo menos sentar-se ao piano, não estariámos passando por um momento, uma fase na qual ela está acariciando sua própria espiritualidade, alimentando sua alma.
E feliz. Simplesmente, omo se pode constatar neste curto video feito no dia 6.2. aqui em casa… ela e seu pianinho novo…

Não existem coincidencias:
Pensar que ela sentou-se pela primeira vez e tocou “Over the Rainbow” na casa de Tainá e Tainá exatamente fazendo “O mágico de Oz” na Volksoper… O que mais dizer?

Sim, só «if happy little bluebirds fly, beyond the rainbow, why oh why can’t I ?»

Um lindo começo de semana deseja, um feliz
Ricardo Leitner

23 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

Olá Ricardo, que preciosidade recebo neste fim de do mingo!
Que grande emoção ao ler e ouvir sua Mãe ao Piano, um momento único de suas belas postagens!
Abraços ao amigo e a sua delicada Mãe!
PARABÉNS!
Efigenia Coutinho

Rogerio Cesar de Sá Bittencourt disse...

Fiquei muito comovido em escutar esta senhora linda . Foi um momento inesquecivel.
Obrigado
Meu afeto por voce.
R'G

Anônimo disse...

Amigo, querido: Que lindo post!!! Fiquei emocionada e feliz!!!
Acho que é o post mais lindo que você fez!! Daqueles que toca o coração!!!
Parabéns!!! Beijos para você e na Da. Neyde, pessoa super especial!!
Claudia

As Tertulías disse...

Queridos, ela muito gostará das alavras de voces! Eu as amei também!

cecilia disse...

Que emoção!imagino o privilégio de crescer e conviver c a música assim. E compreendo melhor a origem dessa sua sensibilidade tão única. E ainda mais emocionante o exemplo de q nunca é tarde p recomeçar.
Essa é das minhas músicas preferidas e foi o teste p o pippin.

cecilia disse...

Que emoção!imagino o privilégio de crescer e conviver c a música assim. E compreendo melhor a origem dessa sua sensibilidade tão única. E ainda mais emocionante o exemplo de q nunca é tarde p recomeçar.
Essa é das minhas músicas preferidas e foi o teste p o pippin.

Rosangela Calheiros disse...

Que felicidade amigo..a musica alimenta a almae caricia o corpo!! bjs e sempre agradeca apao Pai!! Namaste om.

Iris Braga disse...

Vocês fazem parte da nossa vida e esta amizade faz transbordar sentimentos e memórias que trazemos na alma, mesmo sem lembrarmos de sua origem passada. Obrigada pelo carinho, meus queridos em abril estaremos de volta a Viena por uns poucos dias e espero ver ao vivo esta grande amiga tocar nossos corações como naquela fria tarde de janeiro quando ela nos comoveu com tanta beleza e sensibilidade. Beijos e aplausos!

D.Baro disse...

Querida Neydinha,
Você proporcionou a todos um lindo momento. Continue! Com muito carinho. Deborah

Camila Veilchen disse...

Querido Ricardo! Emocionante! Só uma musa como a Tainá para tocar uma musa como sua mãe e devolver essa paixão pela música :)

Fllé disse...

Que lindo!!!
Me emocionei!!!
😍😍😍

Cristina Martinelli disse...

Querido Ricardo,embora esteja acompanhando esta história desde o início continuo me emocionando.
Como a vida - seus mistérios - e os amigos sinceros podem mudar o rumo de algo que pensávamos sem solução.!
Não existe melhor alimento para a alma que a musica e,quando ela já nos pertence,como é o caso da querida Neydinha tudo se transforma harmonicamente.Tainá,Iris e Rony são os autores desta bela retomada.
Lindo video,bela musica e Neydinha tão a vontade em seu piano!
Que felicidade!
Bjs querido

Claudia Toller disse...

Pra voce tambem, Ricardo. Uma semana de muita luz e paz.Bitocas Floridas

Mary Castro disse...

Oi, Ricardo!Que coisa mais bonita de se ver! Fiquei feliz ao ver a nossa Neydinha de volta ao piano e à música.Pode ter certeza que esse é um alimento para a alma. Um método eficaz de empregar a mente sem o cansativo trabalho de pensar.Dê a ela os meus parabéns, e que vá em frente, dedilhando, cada vez mais, para chegar, de “cuca fresca,” ao 100.Um abração.

Myriam Hauch disse...

Fiquei emocionada em ver a Neide tocando e que memoria fantástica! melhor que a minha. A música sempre é nossa companheira em qualquer idade. Muitos beijos amigo e parabéns para Neide!
da amiga Myriam

Claudia Toller disse...

P.S. Espetacular!!!! Ela e demais!!!!

Jutilde de Medeiros disse...

É mesmo Ricardo, que linda, que momento mágico, poder ter essa imagem de sua mãezinha. Um grande beijo para os dois.

Lícia Marques disse...

Oi,Ricardo

É um privilégio rever Dª Neyde assim,arrasando num Domingo.

São momentos assim que fazem a vida valer a pena: decidiu e foi lá tocar - e bem.

Obrigada por vc compartilhar conosco um momento tão bonito.

Bjs pra vc e Dª Neyde

Lícia


Anônimo disse...

Linda Vó Neydinha tocando piano! Lindo rever vocês nessa minha passagem por Viena!

Abraços

Bernardo

As Tertulías disse...

Bernardo, nananú, nós também adoramos ver voces aqui, conosco... voltem sempre... sao e sempre serao bem-vindos na minha casa, nas nossas vidas! Com carinho do Ricardo

João Roque disse...

Que bonito, Ricardo!

M.A. disse...

Querido Ric



Só hj pude ver essa tertúlia de sua mãe pq queria ver com calma. Adorei!

bjs

Regina Ferraz disse...

Ricardo querido.Bem mais tarde desta tertúlia
emocionante.Que felicidade sua mãezinha no piano,depois de tantos anos.Querido me perdoe,
sua amiga que está pensando em vocês sempre
com muito carinho.Beijos pra sua mãezinha e muitos pra você.Regina.​