terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Leslie Caron e "The doctor's dilemma": de Mrs. Dubedat à Gigi...

Em nenhum outro filme a beleza nada convencional de Leslie Caron foi tão be usada pelas cameras como em „The doctor’s dilemma“, filme que foi feito em 1958 (nos estúdios da MGM britanica) no princípio da fase em que viveu na Inglaterra casada com o diretor de teatro Peter Hall.


Sua “Mrs. Dubedat” pula um universo ao se transformar numa mulher sofisticada depois de ter sido a “hippie” (termo que não existia no século XIX mas que descreve muito bem a vida dela com seu marido, o pintor Dubedat, estupendamente criado por Dirk Bogarde).


Leslie me surpreende muito como atriz neste filme.


Sua “linha “was that death? (ou “was that THE death?”, não estou certo) me surpreende e me emociona.
Me surpreende já que vinda da “menina” que bailava ao lado de Gene Kelly e Fred Astaire, da menina que se transformava numa “fine actress” (o que já havia provado em “Lili” de 1953 e culminaria no sensível filme ingles “The L-shaped room” pelo qual foi mais uma vez nominada ao Oscar e ganhou o premio da BAFTA) e que neste ano de 1958 passaria d’uma adulta Mrs. Dubedat para o personagem adolescente de “Gigi” no filme homonimo sob direção de Minnelli.

Injustiças.
“Gigi” é uma delícia de filme mas “Dilemma” é sem dúvida superior: de muita sensibilidade e extrema artesania, extremamente "G.B.Shaw", tarefa e façanha incrívelmente difíceis para um diretor... principalmente se pensarmos nas quantas filmagens bem-sucedidas do trabalho de Shaw que existem...


Para quem tiver tempo e disposição para um dia assistir “The Doctor’s Dilemma” de G.B.Shaw (recomendo) um fato interessante:
em algumas cenas no final do filme Leslie já está tão óbviamente grávida que esconde-se todo o tempo atrás d’uma capa – o que nem sempre é bem sucedido…

Este “bebe” iria visitá-la meses depois no “set” de “Gigi”, no qual parecia uma menina, quinze anos mais jovem que Jennie (Mrs.Dubedat).



Aqui tres vídeos que baixei para o "youtube" (de um DVD meu que havia feito de um Videocassete que gravei nos anos 80 na extinta "TNT").
Nada melhor do que uns pedaços de filme para mostrar o que quero dizer.

E como disse: que filme sensível!





e o final...



Dedico esta postagem à amiga cinéfila Carla Marinho!

14 comentários:

cecilia disse...

Um de meus primeiros filmes favoritos foi "sapatinho de cristal " em q ela fazia Cinderela!

Cinema Classico disse...

Magnífico, amigo!! Eu fiquei muito curiosa com esse filme, louca para ver.

Carla Marinho disse...

Nossa, muito grata com a atenção amigo!!! Estive lendo sobre o filme que não conhecia. É uma pena que não o ache em canto algum. Se vc puder um dia me passar eu te agradeço!!

Jutilde de Medeiros disse...

Que linda Ricardo, amei, não conhecia esse filme, e ainda com Dick...vou procurar para ver.beijos

rogerio cesar de sa bittencourt disse...



Obrigado Ricardo.

Vou tentar ver este filme que me parece ser muito interessante. Bogard sempre me foi um ator bastante talentoso

Caron eu nunca fui un fan. Ate tinha uma certa prevencao contra ela ao ponto de ter detestado Gigi.

Mas o tempo passa e nossos criteros ficam mais tolerantes.

Les choces de la vie...





Rogerio

Regina Ferraz disse...

Ricardo querido.Que beleza esse filme.

Amo os dois e Gigi também ví.

Obrigada por esse momento tão sublime.

Beijos da amiga Regina.

Eduarda Clark disse...

Bom dia Ricardo!!

Muito grata adoro essa atriz lá vi algum filme dela,verei esses que você mandou

Beijo Duda

As Tertulías disse...

Duda querida, Leslie era fantástica: gosto especialmente de "Fanny" e de "The L-shaepd room". Ela, quando comecou era práticamente "só" uma bailarina... como se desenvolveu e em que atriz mais delicada se transformou!
Beijos!

Cristina Martinelli disse...

Querido,obrigada pela generosidade de ter postado os videos.
Só assim pude conhecer melhor Leslie,que conhecia "ligeiramente"...
Belos trabalhos!
Adorei.
Beijos

Anônimo disse...

Ola!
Como faço pra receber atualização do blog?
Meu e-mail é:fernanda_belo@yahoo.com.br.
Grata

Mary Castro disse...

Adorei, primo. Ainda porque sempre fui fã de Leslie Caron. Acompanhei sua trajetória em Lili, Sapatinhos de Cristal, Gigi e outros. Mas, esse filme, em especial, não conhecia.
Grande idéia Você teve em rememorar Leslie.

As Tertulías disse...

Pois é: ela está "atrizérrima" neste filme!

As Tertulías disse...

Cristina querida, voce nao viu o filminho "Lili" quando crianca?

As Tertulías disse...

Nao se preocupe Fernanda, receberá! Obrigado pelo interesse!
Abracos
Ricardo