sábado, 31 de janeiro de 2015

Ava Gardner: Can't help lovin' that man of mine (Showboat, MGM 1951)

Um dia desses comentávamos sobre Helen Morgan e seu talento...
Uma coisa leva à outra e me lembrei que Ava Gardner interpretou "O" papel maior de Helen Morgan... a infeliz Julie...

Esta cena reune vários elementos que lhe dão um valor todo especial e a fazem única:

O sol amarelo e quente da Califónia num Take exterior, coisa rara na época, que lhe dá uma cor única, uma cor quente toda especial e envolvente, o maravilhoso trabalho de camera, a belíssima Ava Gardner que apesar de levar um tipo de vida repleto de “excessos” (estou falando do seu consumo alcoólico) preservava ainda uma beleza singular, a canção mais do que especial de Jerome Kern, o mise-en-scène e, neste caso especialmente, o magnífico e simples arranjo assim como a verdadeira voz de Ava… (que muitos anos depois inspirariam Barbra Streisand e - pasmem - Stevie Wonder tocando a "Harmonica", para a gravação de um álbum chamado "Broadway" no qual interpretaram juntos "can't help lovin' that man of mine).


Sim, no filme Ava foi surpreendentemente dublada por uma cantora chamada Anette Warren. Um fato infeliz.

A MGM não confiou em seu talento e Ava, depois de meses de ensaios e preparo, só tomou conhecimento disso durante a premiére do filme.
Humilhante.

Triste este tipo de traição…

Aqui, Ava e sua voz, que reencontram o público...

15 comentários:

João Roque disse...

Infelizmente, na Alemanha onde me encontro não consigo visualizar o vídeo.

Jutilde de Medeiros disse...

Que linda ela era...e que voz mais doce, e que interpretação...ameiiiiiii

As Tertulías disse...

Já ouvi várias vezes que existem muitas limitacoes no Youtube na Alemanha por questoes de direitos autorais etc... Uma pena...

rogerio cesar de sa bittencourt disse...



Ela nao podia ser dublada. A voz dela era otima

Regina Ferraz disse...

Ricardo querido,Que bom você recomeçou.
Sempre achei linda Ava Gardner.Beijos carinhosos
dos amigos Regina e Roberto.​

DANIELE MOURA disse...

Eu fiquei fascinada quando ouvi a voz verdadeira dela, no yt. Pena que não deixaram...
Ela cantava muito bem!
Um abraço,
dani.

Mary Castro disse...

Não entendo o porque da dublagem. A voz de Ava – mulher lindíssima – era muito boa, muito delicada.
O que eu não sabia é que Barbra Streisand tinha se inspirado em Ava Gardner.

As Tertulías disse...

Eu acho, Mary, que esta nem a Metro entendeu... um idéia pre-concebida que atrizes nao cantam... O pior é que acho sua interpretacao à que é vista nas telas do cinema (a dublada).

As Tertulías disse...

Daniele Moura querida, nao acredito... eu mostrando algo de novo para VOCE???? Pode?

Anônimo disse...

A voz é lindíssima...e ela tb. Por isso musa de tantas gerações...A MGM com certeza deve ter se arrependido depois...Mas Ricardo que vestido é esse!! Me apaixonei!!Lindo!!Adoraria mandar fazer um igualzinho pra mim!
Bjssss....Talita

As Tertulías disse...

Pois deveria mandar fazer um igualzinho para voce. A gente está "por aqui" para realizar nossos sonhos, Talita. Muitos Beijos!

Anônimo disse...

Com certeza mandarei fazer!Talita bjsss...

Maria Cecilia B da Silva disse...

e um dos rostos mais marcantes nas telas !

cecilia

As Tertulías disse...

Concordo e assino em baixo!

Anônimo disse...

Ava no auge da beleza!e ainda era cantora muito talentosa essa artista!Marcos Punch.