domingo, 17 de maio de 2015

The days of wine and roses...



"They are not long, the days of wine and roses:
Out of a misty dream
Our path emerges for a while, then closes
Within a dream."

Ernest Dowson ("Vitae Summa Brevis", 1896)

foi a fonte de inspiracao para JP Miler (TV drama play), depois Blake Edwards no seu filme "The days of Wine and Roses" (Vício maldito, 1962) assim como para Henri Mancini que criou uma das baladas mais "sentidas e sofridas" dos nossos tempos...

Considero esta "figure of speech" (the days of wine and roses) uma das coisas mais inspiradas possíveis...

Como vejo e revejo pessoas só pensando nos seus tempos glamourosos e de sucesso sendo infelizes no seu presente, esquecendo de viver o momento AGORA...
Se soubessem já de antemão como tudo é efemero e que outros valores são os que realmente contam, importam... ah, se soubessem...


"Tertúlia" dedicada aos imensos talentos de Jack Lemmon, Lee Remick, Henri Mancini, JP Miller, Blake Edwards e John Frankenheimer que dirigiu o original em 1958, na TV...

The days of wine and roses laugh and run away like a child at play
Through a meadow land toward a closing door
A door marked "nevermore" that wasn't there before

The lonely night discloses just a passing breeze filled with memories
Of the golden smile that introduced me to
The days of wine and roses and you


8 comentários:

Cristina Martinelli disse...

Muito bem dedicada esta Tertulia à estes imensos talentos querido Ricardo.
Tambem adoro Days of wine and roses...tão especial!
Uma linda semana.
Beijos

Cristina Martinelli disse...

Muito bem dedicada esta Tertulia à estes imensos talentos querido Ricardo.
Tambem adoro Days of wine and roses...tão especial!
Uma linda semana.
Beijos

Mike disse...

such a sad picture.I know a story like that.my heart could break.Mike

Marilda Azevedo disse...

Ricardo querido,
Sempre lindas as suas postagens e com tanto bom gosto!!!!
Bjs na Neydinha c/ o meu carinho pra vcs!!!!
Marilda*:) feliz

Claudia Gaiser disse...

Ricardo, mon cher amis: Que seja essa, a sua , a minha a de todos na lembrança, de cada, dos sorrisos, do vinho, das rosas... daqueles momentos que tocam, que ficam, do amor, da paixão,da música, do sorriso, da dor...
Beijos doces,
meu carinho, sempre,amigo.
Claudia

Efigênia Coutinho disse...

Que momento de saudades, destes tempos que não voltam mais! dancei muito essa melodia, ficava encantada!
BELÍSSIMA postagem meu amigo!
Abraços e boa semana!
Efigenia Coutinho

Mary Castro disse...

Linda a música, como lindo é ver os dois, em grande estilo, trabalhando juntos:
Jack Lemmon e Lee Remick.

João Roque disse...

Um grande filme e dois intérpretes de excepção.